topo
 

Perguntas Frequentes sobre Branqueamentos

Os branqueamentos dentários são eficazes e seguros?

Existem hoje diversos materiais e técnicas de branqueamento que, desde que seleccionados e usados correctamente, permitem resultados eficazes de forma segura. Embora existam disponíveis no mercado (supermercados, farmácias, TV-shops, etc.) productos de venda livre publicitados como branqueamentos, nenhum paciente deve optar pelo seu uso, pois para além da sua menor ou duvidosa eficácia e da ausência de certificação e controlo de qualidade, constituem opções pouco seguras.

Informação extraída da OMD


São necessárias luzes de laser ou de outro tipo para branquear os dentes?

Antes de mais importa esclarecer que as luzes não branqueiam os dentes. O que exerce um efeito branqueador são os productos químicos aplicados em simultâneo. As luzes são usadas como forma de acelerar a reacção química dos productos na tentativa de tornar o processo de branqueamento mais rápido.

Informação extraída da OMD


Quem pode ser submetido a um branqueamento?

Em princípio, qualquer pessoa com um bom estado de saúde oral pode efectuar um branqueamento dentário. Pacientes com problemas dentários (nomeadamente lesões de cárie, hipersensibilidade ou desgastes) e gengivais podem necessitar de tratamentos prévios. Relativamente à idade, mesmo os jovens e adolescentes podem efectuar branqueamentos, embora as características anatomo-fisiológicas dos dentes nesta faixa ectária exijam cuidados especiais. Pessoas que possuam restaurações e próteses na boca devem ser alertadas para a necessidade de eventual substituição das mesmas no final do tratamento, de forma a harmonizar a cor, na medida em que os productos de branqueamento não actuam na cor dos materiais que as compõem.

Informação extraída da OMD


Que efeitos secundários podem surgir?

De um modo geral os efeitos secundários, quer a nível dentário quer a nível das gengivas, estão relaccionados com a concentração dos productos, a forma como são aplicados e as condições específicas de cada paciente. Os mais frequentes são a sensibilidade dentária e algum desconforto gengival que usualmente desaparece com a interrupção do tratamento. Contudo, a aplicação incorrecta dos productos químicos de maior concentração com ou sem luzes acessórias, pode provocar lesões mais gráves e duradouras.

Informação extraída da OMD